Tecidos Frida Kahlo

Gosto imenso da pintora Frida Kahlo. Em 2006 tive a oportunidade de visitar uma exposição com algumas das suas obras e objectos pessoais no Centro Cultural de Belém, em Lisboa. Uma experiência inesquecível e arrepiante.

Quando há uns meses vi estes tecidos, não resisti em os comprar. Gostava imenso de fazer uma colcha com eles, mas não tenho coragem de os cortar!…

IMG_5149IMG_5152

I really like the painter Frida Kahlo. In 2006 I had the opportunity to visit an exhibition of some of her most famous paintings and personal objects at the Belém Cultural Centre in Lisbon. An unforgettable and chilling experience.

When a few months ago I saw these fabrics, I could not resist buying them. I would like to make a quilt with them, but I don’t have the courage to cut them! …

Barriguinha

Apercebi-me recentemente que a minha barriguinha pós-parto, que teimava em não desaparecer, é fruto de uma diástese, ou seja, da separação dos músculos do recto abdominal. Uma amiga fisioterapeuta explicou-me que terá sido consequência de duas gravidezes próximas e da realização de exercícios físicos não adequados. Assim, aconselhou-me a não efectuar abdominais tradicionais ou flexões enquanto não fechasse a dita separação, mostrando-me alternativas.

Escrevo este post para que outras mulheres após o parto, respeitando um intervalo superior a seis semanas, possam estudar o seu corpo para avaliar se têm ou não uma diástese. Deixo um link onde poderão assistir a alguns exercícios a efectuar para melhorar esta condição, o que não dispensa a consulta de um especialista.

Dos dias enevoados

Moinhos de Vento de Gavinhos

IMG_4840

“Nisto, descobriram uns trinta ou quarenta moinhos de vento, que há naquele campo. Mal os viu, disse D. Quixote ao escudeiro:

- A aventura nos vai guiando melhor as coisas do que pudéramos desejar; ali estão amigo Sancho Pança, trinta desaforados gigantes, ou pouco mais, a quem penso combater e tirar-lhes, a todos, as vidas, e com cujos despojos começaremos a enriquecer; será boa guerra, pois é grande o serviço prestado a Deus o de extirpar tão má semente da face da Terra.

- Que gigantes? – Inquiriu Sancho Pança.

- Aqueles que vês ali, com grandes braços – respondeu-lhe o amo -; alguns há que os têm quase duas léguas.

- Veja bem vosmecê – observou Sancho – que aquilo que ali está não são gigantes, mas moinhos de vento; e o que neles parecem braços são as asas, que, impelidas pelo vento, fazem andar a pedra do moinho.

- Bem se apercebe – respondeu D. Quixote – que não és versado nestas aventuras (…)”

Cervantes Saavedra., M. (2002). D. Quixote de La Mancha. Vol I. (trad. por Andrade, A., Amado, M.)

???????????????????????????????

“At this point they came in sight of thirty forty windmills that there are on plain, and as soon as Don Quixote saw them he said to his squire, “Fortune is arranging matters for us better than we could have shaped our desires ourselves, for look there, friend Sancho Panza, where thirty or more monstrous giants present themselves, all of whom I mean to engage in battle and slay, and with whose spoils we shall begin to make our fortunes; for this is righteous warfare, and it is God’s good service to sweep so evil a breed from off the face of the earth.” “What giants?” said Sancho Panza. “Those thou seest there,” answered his master, “with the long arms, and some have them nearly two leagues long.” “Look, your worship,” said Sancho; “what we see there are not giants but windmills, and what seem to be their arms are the sails that turned by the wind make the millstone go.” “It is easy to see,” replied Don Quixote, “that thou art not used to this business of adventures (…)”  Cervantes Saavedra., M., D. Quixote de La Mancha. Vol I. (translated by John Ormsby)

Cor de linho

Um desafio à minha perseverança.

A challenge to my endurance.

IMG_4796

“Desde esse dia, andorinha!
Desde essa tarde infeliz,
Fiquei preso da covinha
Que fazes quando te ris!

Não sei que ha que me impelle
Para o teu escuro olhar!…
É mais branca a tua pelle
Do que o linho de fiar!”

António Gomes Leal, in ‘Claridades do Sul’

Camino

Em todo o lado vejo marcas de um Caminho que me chama rumo a Santiago de Compostela.

Everywhere I see marks of a Way that draws me towards Santiago de Compostela.

IMG_4801??????????????????????????????? ???????????????????????????????

“Caminante, son tus huellas el camino y nada más; Caminante, no hay camino, se hace camino al andar. Al andar se hace el camino, y al volver la vista atrás se ve la senda que nunca se ha de volver a pisar. Caminante no hay camino sino estelas en la mar.” in Proverbios y cantares XXIX em Campos de Castilla - Antonio Machado