Pudim de Pão

Adoro pudim de pão. Simples. Delicioso.

I love bread pudding. Simple. Delicious.

pudim de pão

Ingredientes: 750 ml de leite, 250 g de pão, 6 ovos, 10 colheres de sopa de açúcar, 1 colher de chá de canela ou de raspa de laranja. Preparação: demolhar o pão no leite até estar amolecido; juntar os restantes ingredientes e triturar tudo com a varinha mágica. Deitar este preparado numa forma com caramelo (na forma de pudim, aquecer 200 g de açúcar com 1 dl de água). Levar ao forno a 180 ºC, em banho-maria, por cerca de 1 hora.

Ingredients: 750 ml milk, 250 g of bread, 6 eggs, 10 tablespoons of sugar, 1 teaspoon cinnamon or orange zest. Preparation: soak the bread in milk until softened; add remaining ingredients and grind it. Pour this mixture into a pudding mold with caramel (200 g sugar with 1 dl of water). Bake at 180 ° C in a water bath for about 1 hour.

Bolinhos de Arroz

 O outono trouxe chá e bolos a acompanhar. Bom fim-de-semana!

Autumn brought tea and cakes. Have a good weekend!

arroz

Receita de “O Livro de Pantagruel”.

Ingredientes: 6 ovos, 250 g açúcar, raspa de casca de limão, 125 g farinha de arroz. Preparação: Bater as claras em castelo e reservar. Misturar as gemas, o açúcar e a raspa de limão. Adicionar lentamente a farinha enquanto se bate o preparado. Por fim, envolver as claras. Distribuir a massa por formas e levar a forno brando.

Ingredients: 6 eggs, 250g sugar, zest of lemon peel, 125 g rice flour. Preparation: Beat the egg whites until stiff and set aside. Mix the egg yolks, sugar and lemon zest. Slowly add the flour. Finally, involve the egg whites. Distribute the batter by the forms. Bake in a moderate oven.

Outono

IMG_6867

É outono, desprende-te de mim.

Solta-me os cabelos, potros indomáveis
Sem nenhuma melancolia,
Sem encontros marcados,
Sem cartas a responder.

Deixa-me o braço direito
O mais ardente dos meus braços,
O mais azul
O mais feito para voar.

Devolve-me o rosto de um verão
Sem a febre de tantos lábios,
Sem nenhum rumor de lágrimas
Nas pálperas acessas.

Deixa-me só, vegetal e só,
Correndo como rio de folhas
Para a noite onde a mais bela aventura
Se escreve exactamente sem nenhuma letra.

” Vegetal e Só”, Eugénio de Andrade, As Palavras Interditas,  in Poemas (1951).

 

 

Single Girl Quilt

Adorei fazer esta manta, pelos tecidos e pelo padrão. Mas fiquei ainda mais contente ao ver as minhas filhas deliciadas com ela.

I loved making this quilt, because of the fabric and the pattern. But I was even more pleased to see my daughters delighted with it.

1 2