Flores

No ano passado, por altura da Páscoa, comecei lentamente a cortar os retalhos, que viriam a fazer parte do quilt das flores. Este ano, entre doces e agradáveis conversas em família, consegui finalmente terminar de o debruar!

IMG_0198.JPG

Boa Páscoa! | Happy Easter!

Anúncios

20 thoughts on “Flores

  1. Nada como terminar um projeto e esse tão belo! 💝
    E o convívio ? Tão doce como as iguarias à mesa!!💝🐰

    Ps: como sou curiosa 😉 dos costumes… podes descrever os doces postados à mesa?
    O em primeiro plano é filhós de abóbora?

    J.
    Uma boa semana🌟regada de alegrias!! Abracinhos nas meninas.
    S.O.
    Rio

    • Muito obrigada, Sílvia! 🙂 Quanto aos doces, começando lá ao fundo… “Baba de camelo”, depois à esquerda, o arroz doce com canela e um pudim de ovos. Junto à fruta, o leite creme, mousse de chocolate e por fim, pão-de-ló e ao lado, num pratinho, o doce de abóbora, para acompanhar o requeijão (que não ficou na foto). Boa semana, cheia de alegria! Abraços

      • J.
        Hehehe, matou-me a curiosidade e deixiu-me com água na boca! 😊
        Grata e uma boa semana.
        Ps. E vou procurar o que seja ” baba de camelo”…😉
        Beijinho
        S.O.
        Rio

      • E mais um tantinho de prosa, rs
        Já fiz o doce ” baba de camelo”,
        ( irresistivelmente doooce ), só não lembrava o nome!
        E para os teus guardados, ao lado das receitas, posto a lenda desse conventual que de tão doce faz as minhas papilas se contraírem…rs

      • A lenda…
        Bem, reza a lenda que a senhora Valentina iria receber visitas de última hora, assim improvisou uma receita com o que tinha em casa: leite condensado e ovos, inventando a mousse da Valentina. Mas, ela logo percebeu que o doce não seria suficiente para todos, assim, naquele momento ela resolveu chamá-lo de baba de camelo. De forma que nem todos se atreveram a experimentá-lo. Mas quem se arriscou, se deu bem!!! 🙂

        • Tão engraçado! Não conhecia essa história! É o máximo! 😀 Obrigada, Sílvia! Espero que tenha gostado da “baba de camelo”. E fico muito feliz que esta mesa a tenha entusiasmado a experimentar uma nova receita. ❤ Beijinho doce

  2. Achei muito linda a história da baba de camelo, contada com a graciosidade de sempre, pela ilustre narradora visitante! E vem a propósito o que se passou no dia a seguir, quando no final de almoço .coloquei na mesa , os pratos com as ainda resistentes sobremesas! A M. tua filha, que de tão distraída , com as brincadeiras do dia anterior, mal comera os doces, arrepiou-se e respondeu à minha tentativa de a servir com outras e com a também Baba de Camelo : – Não vó, que nojo…Baba, não !

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s